head {margin-top: 0px;>

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Um papo sobre faculdade de moda | com Thayse Stein


Olá pessoal, tudo bem? O ano está "voando" e como estou no terceiro ano do ensino médio chegou a hora de decidir o que fazer da vida e encarar os vestibulares. Mas, como nem tudo na vida são flores, eu tenho muita dúvida em relação a que curso escolher. Pensando nisso e para ajudar as pessoas que estão na mesma situação que eu, fiz uma entrevista sobre faculdade de moda (que é o que eu mais quero fazer) com a Thayse Stein, dona do blog Brilho de Aluguel e que é estudante de Design de Moda.  

1- O que te motivou a entrar na faculdade de Design de Moda?

Desde que me lembre, eu sempre quis fazer o curso de Jornalismo (e fiz), mas no ensino médio todos os meus amigos diziam que eu tinha que fazer Design de Moda, por causa do meu jeito e estilo. Fui pesquisar mais sobre o curso e fiquei apaixonada, morrendo de vontade de fazer, principalmente por conta das disciplinas de História da Moda, História da Arte e do Design e outras que envolvem criatividade. Na época, não sabia quase nada sobre moda, não conhecia os principais estilistas, não acompanhava muito a moda através de revistas ou coisas do gênero. Eu só gostava de moda, achava interessante o modo como ela está diretamente relacionada com tudo que vivemos e todo seu complexo sistema. 

2- Como é o curso?
Como eu não esperava muito, porque minha primeira opção era o Jornalismo, eu me surpreendi absurdamente. Faço o último semestre de Design de Moda na UDESC, que é um dos melhores cursos do país. Os professores são ótimos, as disciplinas são, em sua maioria, muito interessantes e o curso tem uma estrutura pequena e legal (embora ainda faltem muiiitos investimentos do governo). No geral, acho o curso ótimo e recomendo pra todos que tem vontade de fazer ou tem certas afinidade com a área, é um aprendizado enorme, são leituras incríveis e trabalhos difíceis, porém muito interessantes de fazer. 

3- Quais devem ser as características de quem deseja trabalhar com moda? 
Bom, a lição que aprendi fazendo as duas faculdades é: seja curioso. Tenha vontade de aprender além do que é passado, pesquisar a mais, ler a mais, pensar fora do esperado. Imagine, crie, aproveite o espaço da faculdade para experimentar. E não caia nessa de que "pra fazer moda tem que se vestir bem" - o que é algo muito relativo -, moda é mais que vestimenta (não que isso seja pouco, mas o que quero dizer é: seja você mesmo sem medo de ser feliz).


4- Que dicas você pode dar para quem vai ingressar na faculdade de design de moda? É necessário saber desenhar?
Tenha tempo para se dedicar e se empenhe o máximo que puder. Seja organizado! O curso é puxado, mas quanto melhor você for, tem mais chances de participar de vários programas que o governo oferece (para fazer intercâmbio, por exemplo). O curso é um pouco caro, por conta dos materiais, mas você tem que experimentar quais instrumentos funcionam mais pra você e não precisa compra tudo que os professores pedem, vá com calma e não se desespere! E não é necessário saber desenhar, antes o vestibular era vocacionado, mas agora não é mais. O que eu recomendo é: antes de chegar na terceira fase, busque treinar um pouco de costura (fazer aulas fora podem te ajudar bastante).


5- Que tipo de matérias se aprende durante o curso? 
A única matéria que segue desde a primeira até a última fase é ilustração, porque o curso ainda é bem voltado para criação. Até a metade do curso temos mais disciplinas teóricas (História, Sociologia, Sistema de Moda, Produção simbólica, Psicologia do consumo etc). Temos disciplinas-laboratórios na área de design e criatividade, muitas da área têxtil e estudo de superfícies, Marketing, Gestão, Produção de moda e um pouquinho de comunicação também. Todos os semestres (até a 6ª fase) temos um interdisciplinar, que é um trabalho que une quase todas as disciplinas e é bem puxado!

6- Você já sabe em que área deseja atuar após concluir o curso? 
Estou bem aberta as possibilidades, assim como não entrei com grandes expectativas, não vou sair com muitas. Gostaria muito de unir Moda e Jornalismo, seria o ideal pra mim (embora eu sempre acabe juntando as coisas meio que sem querer, porque todo aprendizado eu carrego comigo), principalmente se eu conseguisse fazer isso viajando, porque não curto muito uma rotina super definida. Trabalhar com meu blog também é uma coisa que amo e seria bem legal se eu pudesse viver dele.


7- Como você acredita que está o mercado de trabalho para Moda? 
Não dá pra negar que estamos em crise e ao me formar em Florianópolis, percebo como as áreas são limitadas. Trabalhar com moda aqui é normalmente 'ir para agências de comunicação', mas, boas oportunidades sempre podem surgir dependendo do seu empenho e sua rede de amigos/indicações. Existem vagas na área fabril em Santa Catarina no sul (região de Criciúma) e no norte, na região de Brusque, Blumenau. Acredito que quem gosta mais da parte editorial e de produção, vai encontrar mais oportunidades em São Paulo ou, quem sabe, até mesmo fora do país.

Para mais informações, tem vídeo no blog dela sobre faculdade de moda (clique aqui).
Queria agradecer à Thayse pela entrevista e quem quiser tirar mais dúvidas com ela, basta entrar em contato pelo e-mail: blogbrilhodealuguel@gmail.com
____________________________________________________________________________________________
E aí, o que acharam da entrevista? Eu adorei e me ajudou tipo MUITO! Me contem um pouco sobre o que vocês fazem/fizeram/querem fazer de faculdade.

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Resenha: Kit de tratamento Patauá Brazil - Bio Repair


Olá pessoal! Aproveitando o feriado para trazer uma dica de produto maravilhosa! Recebi há algumas semanas da Ilha da Beleza o kit de tratamento da marca Patauá Brazil, linha Bio Repair, que inclui shampoo, condicionador e ampola.
A MARCA

A Pataua Brazil é uma marca de produtos profissionais e cuidados home care de alta performance. Sua fórmula, com a fusão de elementos naturais poderosos, como o puro óleo do Patauá, associados à nanotecnologia. penetra profundamente nos fios para tratar todas as necessidades dos cabelos em diferentes níveis de cuidado. 

BIO REPAIR

Tratamento de reconstrução e reparação elaborado para recuperar instantaneamente cabelos danificados, deixando-os fortes, saudáveis e com brilho.

Fórmula: óleo de patauá, ácido láctico, queratina e nanotecnologia Bio Infusion.
Da esquerda para direita: shampoo, condicionador e ampola
Minha opinião:
Esse kit veio na hora certa para mim, porque o meu cabelo estava um pouco fraco e depois de usar por algumas semanas, achei que ficou mais forte. Sabe quando deixa aquela sensação de que está saudável? É bem isso. Enfim, gostei bastante dos produtos, vale muito a pena!

Para quem se interessar, os produtos são vendidos na Ilha da Beleza (links abaixo):
Shampoo - R$47,00
Condicionador - R$47,00
Ampola - R$15,00
E aí, o que acharam da resenha? Já conheciam esses produtos?